SANTA VITÓRIA, MINAS GERAIS – Equipe de investigação prendeu em flagrante quatro suspeitos, apreendeu grande volume de armas de fogo e recuperou dezenas de cabeças de gado subtraídas

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da atuação das equipes de Ituiutaba, Santa Vitória e Prata, prendeu em flagrante, na noite de ontem (19), quatro suspeitos de envolvimento em uma associação criminosa especializada em praticar grandes furtos e roubos de bovinos em propriedades rurais da região. Renato Leonel Oliveira, 40 anos, Wesley Roberto Pacheco, 36, Celso Pereira de Souza, de 25, e Fabrizio Melo Oliveira, de 40, foram autuados pelos crimes de receptação, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo.

As investigações tiveram início após o furto em uma fazenda no distrito de Chaveslândia, no último dia 9 de abril, onde foram subtraídos 180 bovinos, entre vacas e touros, levados de uma só vez para destino desconhecido. Para o transporte dos animais, o grupo teria utilizado pelo menos seis carretas do tipo boiadeiro.

Diversas diligências foram empreendidas por várias equipes de policiais civis, com coleta de provas testemunhais e técnicas em busca da elucidação do crime, visando apontar os suspeitos e recuperar o gado subtraído. Ressalta-se também o trabalho coeso entre a Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário, que rapidamente manifestaram e despacharam representações cautelares peticionadas pelas autoridades policiais.

Após trabalho intenso de diversos policiais civis, na tarde da última quarta-feira, foi deflagrada a operação na cidade de Prata, em três pontos distintos. Inicialmente, foram efetuadas as prisões em flagrante de quatro integrantes da organização criminosa, sendo que, a partir daí, diversas outras ações foram desencadeadas por diferentes equipes de policiais civis.

Na propriedade rural do investigado Fabrizio Melo Oliveira, que fica a cinco quilômetros de Prata, os policiais civis encontraram 34 bovinos subtraídos da propriedade. No local foram localizados os investigados Renato Leonel Oliveira, Celso Pereira de Souza e Wesley Roberto Pacheco, demonstrando total vínculo entre eles.

Concomitantemente, outra equipe se deslocou para outra propriedade rural de Fabrizio, distante aproximadamente 70 quilômetros de Prata, onde encontrou o suspeito e ali efetuou a prisão em flagrante dele. Foram localizados dois touros, também subtraídos da fazenda, além de uma espingarda calibre .22 e centenas de munições do mesmo calibre.

Já na residência de Fabrizio, os policiais civis encontraram um verdadeiro arsenal bélico, alocados em vários compartimentos falsos. Foram localizados dois revólveres calibre .38 e .22, duas pistola calibre .380 e .22, nove espingardas de calibre 12, 16, 20, 22, 28, 38, 40 e 44, além de 360 munições intactas e aproximadamente 300 munições deflagradas.

Ainda foram apreendidos um veículo VW/Saveiro, duas caminhonetes e um caminhão boiadeiro, que estariam sendo utilizados pelo grupo. As investigações continuam no intuito de apontar os demais envolvidos na associação criminosa, sendo que novas diligências estão em andamento e a qualquer momento outros suspeitos podem ser presos.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here