O comércio do casal fica na esquina da Rua Ituiutaba com a avenida 1º de Agosto, no bairro Florência

Atualizado Às 23h28m de 19/05/2017

CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – Um casal foi brutalmente assassinado no início da madrugada desta sexta-feira (19) no bairro Florêncio em Capinópolis.

Segundo informações, o casal identificado como Danião Fernandes, 71 anos e Maria Gorete, 63 anos, foram encontrados mortos na manhã desta sexta-feira com sinais de violência, possivelmente, causadas por uma barra de ferro.

O comerciante foi encontrado caído na entrada da cozinha sobre uma poça de sangue – a mulher foi encontrada na sala da residência.

Os bandidos teriam invadido um imóvel desocupado que fica ao lado da casa das vítimas e pulado o muro para ter acesso à residência que fica aos fundos do comércio. Três suspeitos de cometerem o crime já foram identificados e presos pela PM – dois são menores de idade.

De imediato, equipes de policiais civis e militares, conjuntamente, iniciaram diligências no intuito de identificar os autores do delito e recuperar os objetos subtraídos. Após investigações, foi apurado que os suspeitos foram vistos nas proximidades da residência das vítimas na noite do crime.

O trabalho integrado resultou na prisão de Carlos Eduardo Batista, 18 anos, e apreensão de dois adolescentes de 16 anos. Eles são suspeitos de matar as vítimas após roubarem a quantia de R$ 600.

Durante entrevistas realizadas com os investigados, eles confessaram participação no delito, informando que planejavam o crime há mais de três meses. Disseram, ainda, que ficaram esperando os idosos entrarem na casa. Em seguida, invadiram o imóvel, e se depararam com o casal jantando. Nesse momento, utilizaram uma barra de ferro para golpear as vítimas na cabeça. Após matarem as vítimas, levaram o dinheiro. Os suspeitos contaram também que resolveram assassinar os idosos por eles os conhecerem, visando buscar suas impunidades.

Danião e Gorete foram assassinados com crueldade

Danião era comerciante e tinha um movimentado bar na Avenida Primeiro de Agosto com a Rua Ituiutaba. Várias pessoas se manifestaram nas redes sociais, salientando a boa convivência que o comerciante e a esposa tinham na sociedade.

Carlos Eduardo Batista assume participação no crime, mas nega o assassinato:

Em entrevista na cadeia regional de Ituiutaba, o jovem assumiu que participou do crime, mas que não chegou a entrar na casa. Segundo Carlos Eduardo, um menor de idade teria cometido o assassinato. Ouça:


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here