Foto: Rede Novo Tempo

Nova pesquisa sugere que a yoga pode ajudar homens a lidar com os efeitos colaterais da terapia do câncer de próstata. Praticantes novos de yoga tiveram sua energia renovada e menos sintomas sexuais e urinários associados ao tratamento de radiação, comparados com homens que não usaram a técnica. De acordo com os pesquisadores, até 85% dos homens que passaram pela terapia de radiação para câncer de próstata tiveram disfunção erétil, geralmente porque eles também tomam medicamentos que depletam a testosterona. Muitos homens também reportaram muita fadiga após o tratamento com a radiação.

No geral, os níveis de fadiga para homens fazendo yoga caíram conforme as classes progrediam, enquanto eles subiam para homens que não faziam yoga. E apesar das notas de funcionamento sexual caiu para homens que não fizeram a aula, não houve mudanças notadas para aqueles fazendo yoga. A yoga é conhecida por fortalecer o assoalho pélvico, o qual é uma das varias teorias que podem explicar o porque o grupo não demonstrou notas diminuindo, como vistas no grupo controle. Isso também pode explicar a melhora da função urinaria dos pacientes na yoga.

Estadão Conteúdo

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA