Como desdobramento de uma investigação de homicídio, em Santa Vitória, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deu cumprimento ao mandato de prisão preventiva em desfavor de Luismar Dias da Silva, 36 anos. A operação ocorreu no feriado de Corpus Christi, quinta-feira (15), e contou com apoio da Polícia Militar (PM) do município do Triângulo Mineiro. O investigado é suspeito da morte de João Carlos Ferreira, de 31 anos.

O crime ocorreu na manhã do dia 3 de agosto de 2016, no bairro Dom Alexandre. No dia dos fatos, a vítima parou seu veículo em frente à residência do suspeito para conversar com o pai de Luismar. O investigado, que estava naquele local, entrou em casa, buscou uma arma de fogo e desferiu quatro disparos contra João Carlos, que faleceu ainda dentro do carro.
Após o ocorrido, o acusado deixou a cidade e passou vários dias fora, retornando, posteriormente, como se nada tivesse acontecido. Ele, ainda, sustentou para a Polícia Civil que estava em outra localidade no dia do homicídio.
Durante as investigações, além de outros elementos, restou demonstrada por prova técnica que Luismar estava sim na cidade no dia dos fatos, e que, além disso, fez uso de seu telefone minutos antes do crime. Segundo se apurou, a motivação do crime foi passional.
Ao final das investigações, o delegado responsável pelo caso, Cleiton Costa Viana, representou pela prisão preventiva do investigado, que foi decretada pelo Poder Judiciário. Luismar foi encaminhado ao sistema prisional e está à disposição da Justiça.

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA