Conheça a história do Município de Capinópolis, Minas Gerais

(Arquivo Nacional)
(Arquivo nacional)

O Município de Capinópolis, fica no Estado de Minas Gerais e se estende por 620,7 km². Sua população, segundo do Censo, é de aproximadamente 16 mil habitantes. No entanto, com uma atividade agrícola intensa, conta com uma grande população ‘flutuante’, que vem de outros estados da federação.

Os primeiros habitantes do local foram os índios Caiapós e alguns da tribo Panarás. Como praticamente todas as cidades tiveram início próximo a um rio ou ribeirão, os primeiros habitantes se estabeleceram próximo ao Rio Paranaíba.

Os locais de maiores ocorrências de vestígios dos Caiapós foram encontrados nas regiões rurais da Grama e do Britador.

Em janeiro de 1893, especificamente no dia 09, Joaquim Maximiano, a esposa Maria Francisca e quatro filhos saíram de São João Del Rei, no sul de Minas, rumo à região. Ao chegarem ao local, fizeram um acampamento próximo a um córrego, hoje, denominado ‘Córrego do Capim’.

O Município de Capinópolis faz divisa com os município de Cachoeira Dourada, Ituiutaba e Canápolis. Ao contrário do que muitos pensam, o território não faz divisa com o Município de Ipiaçu.

Brasão
Brasão

Situado a 530 metros de altitude: Latitude: 18° 40′ 48” Sul, Longitude: 49° 33′ 58” Oeste.

De 2017 à 2020, o prefeito é Cleidimar Zanotto (PSB). Saiba quem foram os outros prefeito da cidade:

José Amilcar Mourão (Intendente) (1954)

Dr. Cássio Macedo                               (1955 a 1958)

Odovilho Alves Garcia                           (1959 a 1962)

Osvaldo Nozzela                                 (1963 a 1966)

João Batista Ferreira                           (1967 a 1970)

Iolando Ângelo da Silva                         (1970 a 1972)

João Batista Ferreira                           (1973 a 1976)

Antônio Teodoro de Alvarenga              (1977 a 1983)

Osvaldo Prado                                   (1983 a 1988)

Cândido Antônio Vaz                             (1989 a 1992)

Osvaldo Prado                                   (1993 a 1993)

Ibrahin Bechara Younes                         (1993 a 1996)

Lucimar Batista Belchior                        (1997 a 2000)

José Neto Santana                               (2001 a 2004)

José Neto Santana                               (2005 a 2008)

Dinair Maria Pereira Isaac                      (2009 a 2012) 

Dinair Maria Pereira Isaac (2013 a 2016)

Cleidimar Zanotto (2017)

Hino de Capinópolis

O hino de Capinópolis foi composto na década de 1960 por Maria Helena Felippe quando era diretora da Escola Estadual Governador Juscelino.

O ‘Minha História Em Dia’ — quadro do jornal Tudo Em Dia— conta um pouco da trajetória da autora do hino de Capinópolis, Maria Helena Felippe. O episódio histórico foi gravado em comemoração aos 65 anos de Capinópolis, no Triângulo Mineiro.

Maria Helena é filha do ex-prefeito de Capinópolis, João Batista Ferreira, e de Dorvalina Maria Ferreira — a saudosa Dona Santa. Nasceu em Capinópolis e cresceu, por consequência, vendo o protagonismo dos pais na cidade.

Segundo a autora da letra do hino, o Governo de Minas Gerais à época, tinha o objetivo de ressaltar os pequenos municípios mineiros. Na ocasião, Maria Helena Felippe ocupava o cargo de diretora da Escola Estadual Governador Juscelino e escreveu o poema. Foi casada com o saudoso cirurgião dentista João Felippe.

Na entrevista ao jornalista Paulo Braga, a autora ressalta que se emocionava com os versos que compunha.

Nicely Soares Bares Barbosa e Maria Tereza Guimarães Guilherme foram as autoras da melodia do hino.

Questionada se Capinópolis está como ela imaginava, dona Maria Helena pontuou que ‘não’, mas ressaltou que cada cidade cresce de acordo com sua necessidade.

Homenagem em 2019

Sobre a cidade de Capinópolis (MG)

No Tudo Em Dia, o jornalismo coloca o Pontal em foco