Crimes chocam Capinópolis – pulicado em 23 de Fevereiro de 2009

Homem é assassinado a tiros

volta de 02h06m da manhã, um denunciante anônimo ligou no telefone 190 da Polícia Militar e informou que na Rua 104 com Avenidas 117 e 119, no Bairro Brasília, estariam sendo disparados tiros em via pública; tendo uma equipe da PM comparecido a este endereço imediatamente e lá se deparado com manchas de sangue desde a rua até o interior de uma casa situada aos fundos de outra residência.

Ao adentrarem nesta casa, os policiais se depararam com uma vítima do sexo masculino caída sem vida num dos quartos da mesma, sendo que esta vítima apresentava ferimentos visíveis provocados por disparos de arma de fogo. Desta forma, a PM isolou o local onde encontraram este corpo e deu início a levantamentos que levou os policiais até as testemunhas que presenciaram o crime; sendo que estas testemunhas informaram que os autores R. B. e P. S. B., que são irmãos, teriam invadido de surpresa a casa da vítima e depois que o autor P. S. B. aplicou uma “gravata’ na mesma pelas costas, o outro autor R. B. sacou de um revólver e com ele efetuou três disparos em direção a esta vítima, a qual foi por eles deixada caída para morrer, enquanto fugiam disparando a esmo com esta arma; tendo usado na fuga uma motocicleta Honda Titan.

De posse dos nomes dos suspeitos da prática deste homicídio, a PM iniciou intensos rastreamentos no sentido de encontrá-los para as providências de praxe; contudo, enquanto todos os esforços seguiam neste sentido, dois outros autores foram até a casa dos pais destes suspeitos no Bairro Alvorada e de arma em punho renderam todas as pessoas que lá se achavam, levando todas para o interior de um quarto, de onde um destes autores passou a gritar para que dissessem quem seria o pai das pessoas que mataram a vítima encontrada na Rua 104. Como o Sr. Lourival se apresentou como o pai dos suspeitos, o autor que gritava mandou que este se ajoelhasse e ato continuo disparou três vezes com sua arma de fogo contra a nuca do mesmo; sendo que em seguida, uma cadela da família avançou contra este autor e o outro indivíduo ali presente e também armado atirou contra ela. Tais autores tentaram ainda disparar contra os demais familiares do Sr. Lourival, mas felizmente as armas destes falharam por motivos até então não elucidados e assim os mesmos empreenderam fuga em outra motocicleta; tendo estes familiares informado claramente a identidade dos dois.

Tão logo informada deste novo fato, a PM prestou imediato socorro ao Sr. Lourival, mas este deu entrada no Pronto Socorro já sem vida. Imediatamente, os esforços da PM foram divididos no sentido de também localizar e prender os autores deste outro homicídio; sendo que uma equipe da polícia se deparou com o autor R. A. B. J. quando este tentava se esconder no quintal de uma residência situada à Rua 106 com Avenidas 95 e 97 e em poder deste foi encontrado um revolver calibre 38 com forte odor de pólvora, levando a crer que esta arma havia sido utilizada pouco tempo antes; motivo pelo qual este autor foi preso em flagrante delito.

Em continuidade com as buscas aos demais envolvidos nos crimes acima descritos, já por volta das 06h00m da manhã a PM conseguiu localizar e prender o autor P. S. B., que estava escondido em uma fazenda situada a poucos quilômetros de Capinópolis, com o qual também foi encontrado outro revólver calibre 38. Já por volta das 07h00m, mais um autor, este de nome M. dos S., foi localizado e preso em sua residência, situada à Rua 92 com Avenidas 101 e 103. Faltando agora apenas um dos suspeitos para encerrar a prisão de todos os envolvidos nestes crimes, às 08h00m, o autor R. B. foi preso saindo de um matagal na mesma fazenda onde seu irmão P. S. B. foi encontrado. Desta forma, ao localizar rapidamente cada um dos suspeitos de participarem dos homicídios em tela, a Polícia Militar realizou a prisão deles e fez valer o que lhes garante a Constituição Brasileira, com a garantia de seus direitos individuais.

Além do mais, a pronta resposta à ocorrência de tão bárbaros crimes, tranqüiliza a comunidade no sentido de que pode ver retornar a Paz Social no município depois de transgredida por atos tão condenáveis. Agora, a Polícia Civil dá continuidade às investigações no sentido de apurar as circunstâncias que envolveram os fatos, havendo a suspeita de que um destes crimes tem relação com o tráfico de drogas e o outro está claramente relacionado com vingança.

Fonte: Cabo Moraes / Fotos: Capinopolis.com

Legenda da foto: Ueder Pedro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CRIANÇAS ATROPELADAS EM CAPINÓPOLIS

10 Themes WordPress Premium que valem cada centavo