*Jovens que dormem pouco correm mais risco de se tornarem obesos

Crianças e adolescentes que não dormem o suficiente têm mais chances de se tornarem obesos, segundo estudo apresentado recentemente no encontro anual das Sociedades Acadêmicas de Pediatria, no Canadá. E, de acordo com os pesquisadores do Instituto de Pesquisa da Criança de Seattle, EUA, essa relação entre falta de sono e obesidade é especialmente forte entre os meninos.

Depois de avaliar dados sobre os padrões de sono, a alimentação e os níveis de atividades físicas de 723 jovens com média de idade de 14 anos, os especialistas observaram uma relação da curta duração do sono com um maior índice de massa corporal (medida do peso em relação à altura) e maior porcentagem de gordura.

E os resultados indicaram que essa relação era mais significativa para crianças menores, especialmente meninos. Para as meninas, a associação foi considerável apenas para a falta de sono nos finais de semana.

A pesquisa não explica as razões dessa relação. Outros estudos, porém, têm associado essa relação em adultos ao desequilíbrio hormonal causado pela deficiência de sono – por exemplo, a redução da quantidade de leptina, hormônio da saciedade, o que faz com que aqueles que dormem pouco comam mais.

Outra explicação citada por vários especialistas seria o estresse e a ansiedade, que podem ser fatores comuns, reduzindo a duração do sono e aumentando o consumo de alimentos.

Segundo a pesquisadora Leslie A. Lytle, o sono tem sido reconhecido como um importante comportamento de saúde, mas os cientistas estão apenas começando a reconhecer a relação com o sobrepeso e com a obesidade tanto em crianças, como adultos. Por isso, mais estudos são necessários para desvendar as razões concretas dessa relação.

 (Minha Vida)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*Mula é inocentada em Julgamento

* Dicas para quem quer tirar mais proveito da malhação