A mulher que deu a luz dentro de um banheiro às margens da BR-050, entre Uberlândia e Araguari, foi solta nesta quarta-feira (14).  O parto foi no dia 13 de junho e ela deixou a criança dentro de um vaso sanitário.

O depoimento de Lana Carly durou uma hora. O que ela disse ao juiz não foi divulgado, já que o caso corre em segredo de justiça. A mãe da jovem também foi ouvida. Por enquanto, o recém nascido está com a avó, que conseguiu a guarda na justiça. O bebe nasceu no dia 13 de junho no banheiro de uma parada de ônibus na BR-050. Lana abandonou a criança dentro do vaso sanitário e tentou continuar a viagem.

Um mês depois, o caso teve um desfecho. O juiz Márcio Luiz Tricote decidiu pela suspensão condicional do processo. O que significa que Lana vai ter que se apresentar à justiça, periodicamente, por dois anos. Se durante esse período não cometer nenhum crime, o caso será arquivado sem a definição de culpa.

Continua após a publicidade

Durante os dois anos Lana Carly ainda terá que pagar mensalmente uma multa. O dinheiro será encaminhado a uma instituição de caridade. A família deve voltar nos próximos dias para o Ceará.


Comments are closed.