* Pais e alunos do PROERD em reunião com PMMG na Escola Tancredo Neves

Um constante debate sobre segurança, trânsito e combate às drogas e à violência de uma forma geral tem sido o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar através do PROERD e da própria Secretaria Municipal de Assistência Social de Capinópolis.

 

Segundo análise apresentada pela coordenação do PROERD em Capinópolis, a situação das crianças e dos adolescentes diante da crescente oferta de drogas em todo o mundo é preocupante e tem tirado o sono das famílias, além de contribuir para o aumento da delinqüência juvenil, pois muitos jovens acabam se rendendo ao uso de tais substâncias nocivas e se lançam muitas vezes ao mundo do crime para conseguir dinheiro suficiente para manterem o próprio vício.

 

No sentido de mudar esta realidade e construir uma rede de proteção sobre os jovens, foi que a Polícia Militar de Minas Gerais chamou a família mineira e a rede de ensino do estado para juntos ousarem no combate ao uso e abuso de drogas pelas crianças e adolescentes; desenvolvendo assim o PROERD nas escolas de praticamente todos os municípios mineiros.

 O PROERD é o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência e tem por missão ajudar as crianças e os adolescentes a dizer não a estas terríveis substâncias e às conseqüências de seu uso e abuso.

 Em Capinópolis, o PROERD é desenvolvido pelo Cabo Moraes em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, com a Secretaria Municipal de Assistência Social, com as diretoras e professoras das escolas participantes e também com demais parceiros no município, além das próprias famílias dos estudantes envolvidos.

 Dentro desse trabalho, no último dia 21, a direção da Escola Municipal Tancredo Neves e a Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveram um encontro entre os pais de alunos que fazem parte do PROERD naquela escola, ocasião em que o Cabo Moraes, a psicóloga Nathália Brandão, a assistente Social Mirdalva, a estagiária do curso de Serviço Social Jane e a diretora da Escola, Srª Júlia Maria Pereira, falaram aos pais dos alunos sobre a importância da participação destes na vida social dos filhos, destacando a necessidade de se dar bons exemplos e evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros na frente das crianças e adolescentes.

“Se é feito um programa onde os alunos recebem informações sobre as drogas e como ficar longe delas, também é necessário que as famílias dêem bons exemplos e preservem os filhos da influência para o uso destas substâncias nocivas”, disse Moraes. “Agradeço aos pais e as demais pessoas envolvidas na promoção deste encontro, que serve para aumentar as chances do sucesso na educação dos alunos para uma vida saudável e livre de vícios”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Candidata Dilma é vítima de inúmeros boatos na internet

* Três pessoas morrem em acidente na região do Pontal