* Suspeitos de integrarem quadrilha de assaltantes de banco são presos em Capinópolis

A integração das polícias Federal, Militar e Civil resultou em duas grandes operações nesta quinta-feira (04/10). As operações “Caixa” e “Ferro e Fogo”.

Ao todo, sete suspeitos de arrombarem bancos e caixas eletrônicos foram presos.

De acordo com as investigações, o grupo agia em Minas Gerais e em mais dois estados.

Na manhã desta quinta-feira, por volta de 6h,   os policiais se espalharam por Uberlândia e Capinópolis.

Dezenas de policiais e várias viaturas seguiram ao bairro Florêncio em Capinópolis e efetuaram a prisão de suspeitos.

No geral, a ação envolveu mais de 100 homens. Com mandados de prisão e busca e apreensão, eles foram a residências de integrantes de uma quadrilha especializada em roubos e furtos de cofres e caixas eletrônicos.

Foram três arrombamentos em sete meses. Em um deles o sistema de alarme foi cortado. A agência nãoo tinha vigilantes durante a madrugada. Três cofres foram arrombados.

O grupo agia no Triângulo Mineiro, interior de São Paulo e Goiás. A suspeita é de que a quadrilha tenha participado de mais de 20 roubos e furtos. A metade das ações foi praticada em bancos públicos.

A Polí­cia Militar ficou responsável por acompanhar as ações dos bandidos, o que ajudou a evitar um assalto a um posto de pedágio em Jaú, interior de São Paulo, há 15 dias. Quatro criminosos foram presos.

Os presos serãoo encaminhados para o Presí­dio Jacy de Assis em Uberlândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* DINAIR ISAAC: “Sou grata ao Povo de Capinópolis”

Só a união dará o desenvolvimento que o Pontal quer