Só a união dará o desenvolvimento que o Pontal quer

Prefeitos de toda região estão se mobilizando, cada um com sua estratégia para conseguir êxito em algumas reivindicações histórica para Ituiutaba e Região.

Esse trabalho vem somar força ao que o prefeito de Ituiutaba Luis Pedro tem feito desde que assumiu o mandato, assim como entidades de classe que tem defendido com muita garra essas necessidades para o desenvolvimento regional, como o caso da Associação Comercial e Industrial de Ituiutaba, Sindicato dos Produtores Rurais de Ituiutaba, Câmara de Dirigentes Lojistas de Ituiutaba, e não se esquecendo do árduo trabalho de cobrança feito pela Câmara Municipal.

O fato é que dois grandes avanços para a região passam pelos temas “Segurança e Educação”, onde a definitiva estadualização da UEMG e a Implantação do Batalhão de PMMG em Ituiutaba terão como conseqüência a melhoria na condição de vida de toda uma região.

“Não podemos trabalhar de forma isolada, essa luta é de todos, pois há pelo menos dez anos Capinópolis tem enviado ofícios e cobrado dos governados a liberação de recursos para a implantação do Batalhão em Ituiutaba, o que iria nos dar condição de passar de Destacamento para Pelotão, e isso não é uma luta minha de hoje, mas sim de juntos prefeitos e vereadores do passado”, afirmou a prefeita de Capinópolis Dinair Isaac.

Segundo Dinair, hoje são mais de 500 alunos transportados gratuitamente de Capinópolis para Ituiutaba, e a maioria deles estuda na UEMG e pagam suas mensalidades com a ajuda da Prefeitura, e quando a UEMG passar a ser gratuita, esses alunos terão uma melhor qualidade de vida junto a suas Famílias, pois muitas dessas Famílias se sacrificam ao máximo para pagar sua mensalidade”, disse.

Já a prefeita de Gurinhatã Maria Cecília afirmou que no ano passado fez um pedido especial ao deputado Federal Gilmar Machado para buscar a liberação dos recursos para a obra de implantação do Batalhão, num montante superior a R$ 2 milhões, que seriam repassados via Prefeitura de Ituiutaba. “Quando pedi ao Gilmar a liberação de recursos para essa obra não pensando em minha vida política e sim no benefício que nossa região terá com a elevação a Batalhão, e queremos estar sempre ao lado do prefeito Luis Pedro e das lideranças de Ituiutaba para que a região cresça num todo, e não de forma isolada”, comentou Cecília.

De acordo com a assessoria do governador Antonio Anastasia, ele no início do próximo ano deverá retornar a Ituiutaba, onde a expectativa é de que haja a assinatura da Estadualização da UEMG e a efetivação do Batalhão da Polícia Militar.

De acordo com sua assessoria, a Uemg é uma universidade pública e se mantém com recursos estaduais. Oferece 28 cursos superiores de graduação gratuitos, atendendo a quase 8 mil alunos em diversas áreas do conhecimento.

Além das vagas gratuitas no ensino superior, a Uemg oferece apoio a alunos carentes por meio de bolsas de pesquisa e extensão, concedidas a estudantes matriculados em entidades associadas e chanceladas pela Uemg. Umas das entidades associadas com previsão de serem estadualizadas é a Fundação Educacional de Ituiutaba (Feit), que oferece 16 cursos de graduação.

“Meu compromisso número um com Ituiutaba é estadualizar a Feit a partir do ano que vem. Isso está no meu Plano de Governo. Eu queria a ajuda de todos vocês aqui. No ano que vem, quero assinar este decreto e participar da festa com vocês”, anunciou o governador durante visita a Ituiutaba ainda em campanha.

Além da instituição em Ituiutaba, outras cinco fundações associadas à Uemg podem ser estadualizadas. Elas estão em Carangola, Campanha, Diamantina, Divinópolis e Passos. Juntas, as seis fundações têm 8.403 alunos, em 80 cursos de graduação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Suspeitos de integrarem quadrilha de assaltantes de banco são presos em Capinópolis

Caso Juneo Ueda: Justiça revoga prisão temporária de Wender