in

Sistema de monitoramento flagra jovem cometendo suicídio em Uberlândia

UBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO – O sistema de monitoramento interno do Centro Sócioeducativo de Uberlândia (Ceseu), flagrou um suicídio de um menor, ocorrido no dia 31 de dezembro de 2010.

blankO presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Uberlândia, Dr. Luiz César de Machado Macedo, avalia o caso e considera todas as circunstâncias em que o menor se encontrava. O que mais intriga as autoridades é que o rapaz estava sozinho em uma cela adaptada e, mesmo acompanhado pelas câmeras de segurança interna, o garoto ficou pendurado na janela por mais de uma hora.

De acordo com a mãe do menor, o garoto já teria tentado suicídio outras vezes e teria sido encaminhado à psiquiatria da instituição.

As autoridades que representam a Defesa Social e a Promotoria da Infância e Juventude de Uberlândia irão avaliar o caso e prestar assistência à família.