CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – A prestação de serviço dos Correios de Capinópolis é qualificada como insatisfatória por muitos usuários e a Associação Comercial Indl. e Agropecuária de Capinópolis (ACIAC) saiu em defesa do cidadão e do empresário Capinopolense.

É sabido que muitos idosos, gestantes e mães com criança nos braços não tem um atendimento preferencial na agência e aguardam muito tempo em fila, muitas vezes, sob sol forme.

O problema é a falta de profissionais que atendam a grande demanda, uma vez que, muitos vão até os Correios para efetuar saques, depósitos e recebimento de aposentadoria no Banco Postal (Credenciado Bradesco), além dos serviços já ofertados pela empresa, como envio de correspondências, encomendas e documentos.

Continua após a publicidade

Alguns empresários chegam antes do fechamento do malote, com urgência de despacho de correspondência e, dada fila, acabam por fazer a postagem em DH – depois do horário.

O Presidente da ACIAC, Aparecido Ribeiro Alves, enviou no dia 1º de Junho,  correspondência à gerente Regional da empresa Adélia Maria G. Santos em Uberlândia, solicitando que medidas sejam tomadas com relação ao problema. Na carta, Aparecido Ribeiro sugeriu implantação de um caixa para atendimento preferencial aos idosos e gestantes, além de aumento no número de funcionários.

O grande número de pessoas que vão até a agência dos Correios do município acabam por sobrecarregar os funcionários do atendimento, que por motivo de grande stress, acabam distribuindo grosserias e mau humor,  medida que poderia ser evitada com a contratação de mais efetivos para a unidade.