Empresário de Ituiutaba pagava contas da empresa supostamente com dinheiro roubado por hacker

Divulgação

ITUIUTABA, MG – A onda de ataques de hacker à sites do governo Federal tem preocupado e investigações estão sendo efetuadas em todo o Brasil para descobrir quem são os piratas.

Durante essas investigações, a Polícia Civil de Ituiutaba descobriu que golpes estavam sendo aplicados em correntistas que utilizam o Internet Banking de agências bancárias e vai analisar a participação de mais pessoas num esquema de golpes pela internet aplicados por hackers da região. Nesta quarta-feira (06) dois homens foram presos na cidade em Ituiutaba.

O suspeito, de 25 anos, é especializado na criação de vírus tipo cavalo de tróia. Nos computadores apreendidos foram localizados mais de três milhões de endereços eletrônicos de domínio nacional e internacional.

Foram nove meses de investigações. Segundo a Polícia Civil, o hacker utilizava informações de um site do governo federal para aplicar o golpe. As senhas também eram vendidas para outras pessoas.

Uma segunda pessoa foi presa também em Ituiutaba. Um empresário de 34 anos que, de acordo com a polícia, teria várias faturas pagas de suas empresas por contas invadidas pelo hacker.

Segundo a delegada Daniela Diniz, as investigações continuam na tentativa de localizar outros envolvidos no golpe. A pena é de três a oito anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Âncora de jornal faz comentário exaltado sobre o carnaval e é contratada por Silvio Santos

Tudo em Dia lança APP para aparelhos com Android