Hacker preso em Ituiutaba atuava no Brasil e no exterior

Divulgação

ITUIUTABA, MG – Após nove meses de investigações, a polícia prendeu o hacker internacional Pedro Lino de Oliveira Lima e o empresário Rodrigo Kiomura sob acusação de crimes virtuais.

O hacker possuia mais de 3 milhões de e-mails em uma base de dados e enviava um vírus conhecido como “cavalo de tróia” para a caixa de mensagens das vítimas. O alvo dos criminosos eram os usuário de Internet banking.

O empresário Rodrigo Kiomura foi preso por co-autoria no crime, já que pagava boletos da própria empresa nas contas invadidas.

Estima-se que os criminosos tenham provocado um prejuízo de R$ 3 a R$ 5 mil por dia nas contas invadidas.

2 Comments

comente e responda
  1. Esse palhaço não tem nada de hacker, é um barriga verde que acabou sendo preso. Comprou uma lista de e-mail e enviou um vírus qualquer… um idiota que merece ficar preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Baixe o App do Tudo Em Dia e fique bem informado com o melhor portal da região

Capinópolis terá Programa Academia da Saúde‏