Presidente de empresa japonesa detalha investimentos que a organização fará em Santa Vitória

Divulgação

SANTA VITÓRIA, TRIÂNGULO MINEIRO – O governador Antonio Anastasia se reuniu, nesta segunda-feira (25), em Tóquio, com Masami Iijima, presidente e CEO da Mitsui, um dos maiores conglomerados econômicos do mundo. Durante o encontro, Masami Iijima revelou ao governador detalhes dos investimentos a serem feitos pela empresa a partir da parceria, anunciada no último dia 19, com a norte-americana Dow Chemical, para construção de um complexo de biopolímeros no município de Santa Vitória, no Triângulo Mineiro.

Segundo o executivo japonês, serão investidos US$ 400 milhões no empreendimento. A primeira fase do projeto inclui a construção de uma nova unidade de produção de cana de açúcar para etanol em Santa Vitória, que deverá ser concluída ainda em 2011 e representará a criação de dois mil empregos. Será a maior planta integrada do mundo para a produção de bioplásticos feitos a partir de etanol renovável derivado da cana de açúcar.

“É um projeto inovador na indústria brasileira que, felizmente, será desenvolvido em Minas. A importância desse anúncio vai além do investimento financeiro em si, mas proporcionará ao Estado também uma qualificação dos trabalhadores para atender a demanda gerada pela nova unidade industrial”, disse o governador Anastasia após o encontro.

De acordo com o memorando de entendimento anunciado na semana passada, a Mitsui terá participação de 50% na operação de cana de açúcar da Dow Chemical em Santa Vitória. “O Brasil é prioritário para a Mitsui. Nossa intenção é continuar com os investimentos previstos e buscar cada vez mais novas oportunidades”, afirmou Masami Iijima.

Os principais negócios da Mitsui no Brasil estão na área de mineração (detém 15% da Valepar, holding da Vale), alimentos (tem duas subsidiárias, a Multigrain, que produz soja, algodão e milho e comercializa produtos agrícolas adquiridos de outros produtores, e a Mitsui Alimentos, que comercializa café torrado em Minas Gerais e realiza, em Araguari, seleção de grãos destinados à exportação), siderurgia (importa máquinas e equipamentos para empresas como a Usiminas).

Também participaram da reunião, o vice-presidente executivo da Mitsui, Takao Omae, o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Elmiro Nascimento, o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Matheus Cotta, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O sucesso das compras coletivas chega à região do Pontal do Triângulo

Sargento do Exército e policial militar de Campina Verde foram presos em Mato Grosso do Sul