Sargento do Exército e policial militar de Campina Verde foram presos em Mato Grosso do Sul

Divulgação

CAMPINA VERDE, TRIÂNGULO MINEIRO – A Policia Rodoviária Estadual (PRE) prendeu na última quinta-feira (21), na rodovia MS-060, em Sidrolândia-MS, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande, três pessoas de Campina Verde, um sargento do Exército, de 32 anos, um policial militar de 26 anos, e ainda um outro homem, de 28 anos, transportando drogas, armas e munições. De acordo com a policia, eles estavam em dois carros.

Conforme a PRE, as prisões foram feitas após uma denúncia anônima. O primeiro carro, um Fiat Pálio, que levava dois suspeitos, o PM e outro homem, não respeitou a sinalização para parar no posto de fiscalização da unidade em Sidrolândia. Houve perseguição e os dois suspeitos foram presos em uma barreira montada já perto de Campo Grande. No veículo foram encontradas 50 munições de pistola calibre ponto 40.

Segundo a polícia, simultaneamente, o outro carro denunciado, um veiculo Fiat Strada foi abordado no posto da PRE. No veículo estava o sargento do Exército. Quando era feita a checagem o suspeito fugiu com o carro. Houve perseguição e ele foi preso em uma estrada vicinal de Sidrolândia-MS.

De acordo com a polícia, quando o Fiat Strada foi vistoriado pelos policiais, não foi encontrado nada. Os três foram levados para a Polícia Civil, que durante a madrugada e no dia seguinte de manhã fez novas diligências na região onde estava o veículo Fiat Strada e encontrou uma mochila com o emblema militar abandonada. Dentro estavam cerca de 4 quilos de pasta base de cocaína, quatro pistolas calibre 9 mm, uma mira a laser e aproximadamente 80 cartelas de remédio estimulante sexual. As armas encontradas estavam todas carregadas e havia ainda 4 carregadores, ficando caracterizado que durante a fuga, o sargento teria desovado as armas e as drogas pelo caminho.

Em depoimento à delegada de Sidrolândia, Gabriela Stainle, o soldado do Exército admitiu que comprasse as armas no Paraguai, e disse que foi coagido a fazer isso. Disse, também, que havia entregado os produtos ainda na fronteira a uma pessoa, e não sabe como eles foram parar na estrada.

Ele negou que fosse o responsável pela droga. A busca pelos materiais foi acompanhada por testemunhas, como informou a Polícia Civil.

Após ser ouvido na Delegacia de Sidrolândia – MS, o PM foi levado para o Presídio Militar, o soldado do Exército para uma dependência da Corporação, ambos em Campo Grande-MS e o civil ficou preso na delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia – MS.

De acordo com a delegada da Policia Civil, Gabriela Stainle, os homens responderão por associação ao tráfico de drogas, tráfico de drogas e tráfico internacional de armas e munições de calibre restrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presidente de empresa japonesa detalha investimentos que a organização fará em Santa Vitória

Cachoeira Dourada prepara 2º fest Tur em comemoração ao 49º aniversário da cidade