Mais de 50% dos adultos de Capinópolis estão acima do peso

Isabella Borges

CAPINÓPOLIS –No úlyimo sábado, 13, crianças, jovens e adultos de Capinópolis terão a oportunidade de conferir se estão na “Medida Certa”. O assunto virou mania nacional e despertou a atenção da assistente Social da Prefeitura Municipal de Capinópolis, Isabella Cristina Borges.

Em seu levantamento foi observado que a preocupação com o sobrepeso e a obesidade é preocupante tanto junto às crianças quanto os adultos.

Capinópolis possui uma estimativa populacional de 16.040 pessoas, conforme DATASUS 2010. Por faixa etária, possui 193 crianças menores de 1 ano, 1.889 crianças de 1 a 9 anos, 2.394 adolescentes, 9.086 adultos e 2.478 idosos.

Isabella elaborou em conjunto com Simone Dantas (Secretaria Municipal de Saúde) e Dulcelina Silva (nutricionista), o projeto “Alimentação Saudável – Saúde e Cidadania”, encaminhada ao Ministério da Saúde, cuja aprovação foi imediata com a liberação de recursos para o seu desenvolvimento.

De acordo com a assistente Social em sua justificativa dada ao Ministério da Saúde, baseando-se nos relatórios emitidos pelo sistema do Bolsa Família e o SISVAN WEB 2010,  o município registra uma realidade da prevalência da desnutrição abaixo da média nacional, mas aumenta quando se refere ao sobrepeso e/ou obesidade.

Durante o ano de 2009, através das atividades executadas para avaliação nutricional da população, a SMS conseguiu atingir uma cobertura de 27,28% de acompanhamento nutricional da população, segundo SISVAN 2010. Fundamentando-se nestas informações e da população acompanhada, foi analisado que a prevalência da desnutrição no município, no ano de 2009, em crianças com menos de 5 anos é de 6,7%, em crianças de 5 anos a 10 anos é de 5,6%,  em adolescentes é de 6%, em adultos é 4,4%, em idosos é de 19,1% e gestante 28,9%.

Traçando um paralelo com as pessoas que encontram-se no estado nutricional entre obeso e sobrepeso foi obtido informações que, da população acompanhada, das crianças menores de 5 anos 19% apresentavam risco de sobrepeso e 10,2% já se apresentavam com sobrepeso e obesas; das crianças de 5 a 10 anos, 15,4% apresentavam risco e 11,1 já apresentavam-se com sobrepeso e obesas; e os adolescentes de 11 a 19 anos, 17,8 apresentavam risco e 6,6% já estavam com sobrepeso e obesos. Referente aos adultos de 20 a 60 anos, 51% estão com sobrepeso e obesos; os idosos acima de 60 anos, 35,6% estão com sobrepeso; e as gestantes 34,4% estavam com sobrepeso e obesas. “Na realidade municipal, nota-se que a cultura familiar frente a alimentação é um forte referencial para as alterações nutricionais que atingem até 38, 3% da população local. Exigindo-se, assim, ações municipais que envolvam a família”, disse Isabella.

O principal objetivo desse Programa é promover a formação de hábitos alimentares saudáveis prevenindo o aumento da prevalência da obesidade, sobrepeso e da desnutrição.

O primeiro passo acontecerá neste sábado das 8hs às 17hs na Praça João Moreira de Souza, onde todas as pessoas que visitarem o Estande da Secretaria Municipal de Saúde  irão conhecer a sua medida certa, bem como receber as primeiras orientações para ter uma vida mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Promoção “Natal de Amor” da ACIAC terá Moto 0km e outros valiosos prêmios

Jornal do Pontal lança Revista sobre Justiça