Toddynho saiu de fábrica na Grande São Paulo com detergente ao invés de achocolatado

Divulgação

Pela primeira vez, a PepsiCo admitiu que houve falhas no processo produtivo em sua fábrica de Guarulhos (Grande São Paulo). O erro fez com que embalagens de Toddynho contivessem produtos de limpeza em vez de achocolatado.

“A máquina produziu um pequeno lote que não tinha Toddynho. Era uma solução que nós usamos para lavar a máquina: água e uma concentração de detergentes de 2%”, diz Vladmir Maganhoto, diretor da unidade de negócios Toddynho da PepsiCo.

“Pode conter soda cáustica”, completou ele. Até agora, mais de 20 pessoas ingeriram o líquido em caixinhas de Toddynho em 11 cidades do Rio Grande Sul.

Maganhoto só deu entrevista após saber que a Folha de São Paulo ouviu de um funcionário da fábrica que um dispositivo defeituoso provocou o erro. Antes disso, a PepsiCo só emitia notas para a imprensa.

Sobre o problema, o diretor informou apenas que “houve uma falha no processo produtivo como um todo” e que a empresa está levantando evidências para que o problema não se repita.

Na linha de montagem da fábrica –que funciona 24 horas e produz 1,1 milhão de unidades de Toddynho por dia–, o achocolatado já pronto é levado dos tanques, por tubulações, até nove máquinas que envasam o produto.

Um dispositivo detecta quando o tanque está vazio e interrompe o processo. Isso permite a lavagem automática do tanque sem que os produtos de limpeza sejam envasados.

Maganhoto confirma que houve um problema no dia 23 de agosto, mas não precisou o tipo de anormalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Morre Steve Jobs, fundador da Apple e criador do Iphone, Ipod, Ipad.

Polícias Militar e Civil fazem apreensão de crack em Canápolis