Quadrilha presa em Ituiutaba suspeita de usar a ABECAD para aplicar golpes pela Internet.

Divulgação

ITUIUTABA, TRIÂNGULO MINEIRO – Seis pessoas foram presas sob acusação de formar uma quadrilha de estelionatários, que aplicavam golpes pela internet.

Os suspeitos, que incluem dois menores, teriam aplicado golpes pela internet contando com a participação de uma menor de 17 anos que fazia parte do quadro de funcionários da Associação Brasileira dos Estudantes Contra as Drogas (ABECAD) de Ituiutaba.

O site da ABECAD oferece vários cursos à distância, em sua maioria, na área da Teologia e os alunos, em sua maioria, pagava o curso com cartão de crédito. A funcionária da ABECAD teria cobrado R$ 2 mil para passar informações de cartões de crédito, código de segurança e documentos dos clientes à quadrilha.

Na casa dos integrantes a polícia apreendeu vários artigos de luxo e a polícia calcula que os prejuízos às vítimas já cheguem a R$ 20 mil.

O diretor da empresa, o pastor Omar Silva da Costa, foi ouvido pela PC como testemunha no inquérito e disse desconhecer o envolvimento da funcionária na prática criminosa.

Os suspeitos poderão ser indiciados por estelionato e formação de quadrilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Aumente suas vendas no início do ano com criatividade

Recanto das Acácias e São João tem os maiores focos do mosquito da Dengue