divulgação

Um candidato a vereador do município de Lagoa Grande está impedido de continuar com sua campanha eleitoral. Ele foi preso nessa quarta-feira (29) acusado de tráfico de drogas. Na casa dele, os investigadores da Polícia Civil de Presidente Olegário encontraram cerca de 1,6 kg de maconha e nove munições calibre 32.

Alecino Rodrigues de Faria, de 36 anos, estampava no santinho, o lema “Honestidade e Trabalho”. A forma que o candidato encontrou para arrecadar recursos para a campanha eleitoral, no entanto, não é nem um pouco honesta. De acordo o delegado de polícia de Presidente Olegário, Thales Gontijo, Alecino reforçava o caixa vendendo drogas.

Denúncias anônimas levaram os investigadores da Polícia Civil até a casa do candidato no centro da cidade de Lagoa Grande. Após um mês de investigação eles descobriram até onde Alecino escondia a droga, um buraco na parede da cozinha que era coberto por um quadro. Foi lá que os policiais encontraram o enorme tablete de maconha.

Continua após a publicidade

Ele foi preso em flagrante e conduzido para Delegacia da Polícia Civil de Presidente Olegário para prestar esclarecimentos. Alecino foi indiciado por tráfico de drogas e posteriormente conduzido para o Presídio da cidade. A droga foi apreendida e encaminhada para a perícia.

Alecino concorre a uma cadeira na Câmara Municipal de Lagoa Grande pelo partido PSDC. A prisão por tráfico de drogas deixa sua candidatura comprometida.

Divulgação

fonte: tv vitoriosa


Comments are closed.