Hackers podem invadir marca-passos e causar morte a distância

Marca-Passos

Nem os marca-passos estão completamente seguros. De acordo com hackers experts, a tecnologia que regula os batimentos cardíacos pode ser invadida para a descarga de choques de até 830 volts contra o coração, suficiente para causar a morte.

Não é uma coisa simples de se fazer, mas já há demonstrações de que é possível. A mais recente foi realizada por Barnaby Jack,  pesquisador da IOActive, empresa de segurança digital, que mostrou o funcionamento em uma conferência em Melbourne, na Austrália.

Jack explicou que poderia utilizar uma “função secreta” dos marca-passos para fazer o upload de um malware. Com isso, o vírus pode se espalhar por um perímetro de aproximadamente 10 metros e ativar os desfibriladores e marca-passos da região. De acordo com a Popular Science, os equipamentos são capazes de fornecer dados pessoais e informações de segurança de seus fabricantes.

Essa não é a primeira vez que um expert demonstra a vulnerabilidade nesse tipo de equipamentos. Há quatro anos, pesquisadores da Universidade de Washington e da Universidade de Massachussetts estudavam esquemas para assumir o controle de marca-passos e obter dados pessoais. Outros grupos já estão trabalhando em novas maneiras de proteger órgãos e membros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial é preso suspeito de furtar notebook dentro de ônibus

País economizará R$ 3 bilhões com horário de verão