Procurando emprego?

Hoje em dia é comum recrutadores fazerem uso das redes de relacionamento na hora de selecionar candidatos para preenchimento de suas vagas.  A Ambev, por exemplo, usa o Orkut para lançar o programa de trainee e selecionar os candidatos.

A rede internacional de res¬taurantes e lanchonetes Viena presente na maioria dos shoppings brasileiros, usou o Linkedin, a rede social voltada para a área profissional, para contratar o seu novo diretor de RH. O detalhe é que o candidato pode ser de qualquer lugar no mundo.

Se você usa Orkut, Twitter, Facebook, Youtube, Linkedin, aqui vão algumas dicas na utilização dessas ferramentas:

• Mantenha o perfil sempre atualizado e utilize uma foto relacionada à trabalho e nunca ao lazer.

• Torne-se seguidor de sites e de profissionais da sua área e de empresas que atuem no mercado de trabalho de seu interesse.

• Ao escrever, não mencione que está com sono, preguiça ou cansado. Não fale mal do seu emprego, e se falar bem, exponha resultados práticos que ajudaram na sua carreira.

• Não participe de comunidades como “Odeio segunda-feira”, “Odeio trabalhar”, “Odeio meu chefe” e assim por diante.

Colocando o nome do candidato no Google, as empresas fazem uma pré-avaliação do candidato, identificam seu perfil, valores e interesses pessoais, analisam se ele é adequado à cultura e ao ambiente de trabalho.

Por isso, se você está procurando emprego, preste muita atenção com o que coloca na web, pois as informações são públicas e, dependendo do que é encontrado nos sites, você pode ser descartado da seleção, antes mesmo de uma entrevista pessoal.

Fonte:http://www.menegatti.srv.br/index.php/artigos/artigos-anteriores/623-artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Três Dicas para você negociar melhor….

Nokia confirma dois novos smartphones para 2013 no Brasil