arma utilizada

Luan Carlos da Silva Lemes, 18, que foi baleado por um amigo durante uma festa organizada por eles em Uberlândia  na sexta-feira (2), morreu na noite deste sábado (3) no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. O rapaz passou por cirurgia e o estado dele era considerado gravíssimo. No início da noite de sábado, o quadro de saúde de Luan complicou, ele não resistiu e morreu.

O suspeito de ter atirado em Luan é o amigo, um adolescente de 17 anos. Os dois, segundo o pai do menor, que pediu para não ter o nome revelado, eram amigos de infância. Por telefone e abalado, o pai do suspeito disse que tem dado apoio à família da vítima. “Estamos procurando notícias e ajudando no que podemos, mas à distância. Somos amigos da família, mas esse é um momento complicado”, disse.

Continua após a publicidade

LEIA MAIS

Menor exibe arma e atira acidentalmente em amigo durante festa em Uberlândia (MG)
Segundo a Polícia Militar, Luan Carlos estava em uma festa na casa de outro amigo, com o menor e outras três garotas. Em determinado momento, o menor decidiu exibir a arma que tinha comprado e durante o manuseio atirou em Luan Carlos. O tiro acertou a região do tórax do rapaz.

O menor e os amigos colocaram a vítima dentro de um carro e o levaram ao hospital. A polícia foi acionada, o menor aguardou a chegada dos militares e contou o que havia acontecido. Como a arma do crime não estava no hospital, o menor informou o local e, após prestar depoimento na delegacia de Polícia Civil, foi levado para o Centro Socioeducativo de Uberlândia (Ceseu), onde permanece apreendido.

Aos policiais, o adolescente disse que comprou a arma em uma praça próxima à rodoviária de Uberlândia, mas não soube dizer quem era o vendedor.

O pai do suspeito disse que acredita que o tiro tenha sido acidental. “Eles eram amigos há muitos anos. Eu ainda não tive contato com meu filho. A advogada esteve hoje pela manhã no Ceseu e disse que ele está bem, mas ainda não sabe que o amigo faleceu”.

A família de Luan Carlos não foi encontrada pela reportagem.


Comments are closed.