Objetos utilizados pela família cigana para confrontar policiais

CAMPINA VERDE, MINAS GERAIS – A tarde de domingo (4) foi marcada por um grande tiroteio e conflito entre militares e uma família cigana no município de Campina Verde.

O confronto ocorreu no Bairro Jovina, quando uma viatura com dois policiais Militares foi até o local para atender uma ocorrência de perturbação de sossego devido a um som automotivo em alto volume. Cerca de 30 pessoas, membros de uma família cigana, abordaram a guarnição e um integrante, L.M.R, de 32 anos tentou impedir o trabalho dos militares.

Continua após a publicidade

Alguns integrantes da família começaram a agredir os policiais e um militar efetuado um disparo com arma CBC calibre 12 com munição de borracha, mas os autores estavam exaltados e começaram atirar objetos na viatura e nos militares.

O homem de 32 anos, L.M.R, tomou a arma das mãos de um policial militar e disparou contra o mesmo, atingindo-0 no abdomêm. Ao ver o companheiro de farda atingido, um outro policial efetuou disparo com pistola ponto 40 e teve início uma ação de confronto generalizada, sendo efetuado mais 16 disparos.

L.M.R, de 32 anos, A.F.R, de 82 anos,  A.M.D, de 46 anos,  A.M.D, 23 anos e um menor T.S.R, de 13 anos, além dos dois militares que também ficaram feridos durante o confronto.

O delegado de polícia determinou que apenas o autor L.M.R, deveria permanecer sob escolta policial, sendo que os demais apenas assinariam um TCO – Termo Circunstanciado de ocorrência.

Ninguém corre risco de morte.


Comments are closed.