Hudson foi proibido de ir ao velócio da ex-mulher

O cantor sertanejo Hudson (da dupla Edson e Hudson) foi impedido por familiares e amigos da ex-mulher, Larissa Lopes, de participar do velório dela. Larissa morreu com um tiro na cabeça na segunda-feira (12) dentro da concessionário do pai, em Limeira, interior de São Paulo. A Polícia Civil suspeita de suicídio.

Hudson e Larissa estavam separados há cerca de um ano. Na tarde de terça-feira (13), a assessoria de Hudson divulgou uma carta de despedida do cantor para a ex-mulher. (Com informações do G1)

Veja na íntegra a mensagem:

Continua após a publicidade

“Você e eu sabemos da nossa verdade. Sabemos que o que vivemos e planejamos era sério. Quantas fotos, quantas lembranças boas! Sabemos que momentos infelizes praticamente não vivemos. Quando você foi embora, eu tinha certeza que voltaríamos muito rápido. Nós sabemos que essa separação nunca foi verdadeira. Quando entrei no quarto do hospital, vi você se despedir de mim pela última vez. Naquele lugar, somente eu e você. Chorei e te amei. Nós sabemos que nosso amor sempre será eterno. Estou arrasado, moído e até agora não entendi nada. Te amo muito Magrela do Lemão! Um pouco de mim também morreu.”


Comments are closed.