Violência: Missionário é suspeito de espancar enteado de dois anos até a morte

suposto missionário

Um homem, supostamente um missionário evangélico na igreja de Ipatinga está sendo acusado de espancar o enteado de dois anos até a morte.

A vítima foi deixada no Pronto-Socorro pelo próprio missionário, que era padrasto da criança.

O missionário fugiu e ainda não foi encontrado para dar depoimento.

Segundo a polícia o garoto já chegou ao

Menino tinha apenas 2 anos

hospital sem vida e cheio de hematomas, que ficaram impressionados com os ferimentos. A mãe do menino contou que não estava em casa e desconhecia as agressões, mas de acordo com uma vizinha, ela sabia, sim, dos maus tratos e teria feito uma encenação para impedir que os vizinhos invadissem a casa e desse tempo de o homem fugir.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Cemig: Mesmo pagando a energia mais cara do Brasil, cidades do pontal tem “apagão”

Sexo e comportamento: Dez respostas sobre o sexo oral