Maias acreditavam que mudanças vão acontecer às 14h17 do dia 21 de dezembro

calendário Maia

Entre as teorias que falam sobre o fim do mundo no dia 21 de dezembro estão as previsões dos Maias. Seus calendários se baseavam no movimento do Sol, da Lua e de Vênus. Assim, eram medidas as Eras, ou seja, a cada 5.125 anos encerrava uma etapa e começava outra. Segundo os cálculos, é este ciclo que se encerra no dia 21/12/2012.

Mas de acordo com a estudiosa em civilização antiga Rosana Batarelli, o calendário Maia não prevê o fim do mundo e sim o fim de uma etapa. “O mundo não acaba, mas mudanças vão acontecer a partir desta data.”,

Outro fato que também acontecerá no dia 21 é o alinhamento do Sol e Terra. Batarelli explica que a cada 26 mil anos se encerra o ciclo do movimento de rotação do sistema solar. “No dia 21 se completa esse ciclo e a Terra e o Sol estarão alinhados em uma posição chamada de Fratura Escura. Por causa deste alinhamento, estes astros vão receber uma maior intensidade o pulso de luz (fotons)”, afirmou.

O pulso de luz seria uma carga elétrica que exatamente às 14h17 será enviada a Terra podendo provocar alterações eletromagnéticas e, consequentemente, terremotos e mudanças climáticas. “As mudanças podem acontecer em uma semana ou durante todo o ano. Tudo foi previsto pelos Maias que já passaram por isso em outra Era. Por isso é importante a sociedade estar preparada para ajudar uns aos outros e a mudar seus conceitos de vida”, disse.

Segundo o filósofo Mário Alves, os Maias tentavam interpretar o futuro, mas o calendário foi planejado só até certa época e não prevê esta nova Era. “As pessoas não devem acreditar no fim do mundo, nem ficar presas a calendários que não têm caráter científico. O calendário é uma criação humana e o tempo não obedece a ele”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chuva forte deixa ruas do bairro São João em péssimo estado

Samsung vai mostrar TV 4K de 85 polegadas na CES 2013