Intel confirma que deixará de fabricar placas-mãe para desktop

Está chegando ao fim a era das placas-mãe da Intel para desktops. A companhia confirmou ao PC World que, se tudo ocorrer de acordo com o planejado, a divisão responsável pela criação destes produtos vai ser encerrada até 2016.

Intel vai focar esforços na área mobile, fechando a produção de placas-mãe para desktops (Foto: Reprodução/VentureBeat)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A produção vai acabar assim que as placas-mãe Haswell, desenhadas para ultrabook, começarem a sair da fábrica. Inclusive, o lançamento dela foi até adiado por alguns meses para dar mais tempo para os investimentos em PCs.

A Intel vem encontrando forte concorrência no ramo e, por isso, mudou seu foco para a área de dispositivos móveis e portáteis. Atualmente, por exemplo, ela fez o design interno de sete smartphones e também produz chips para tablets com estrutura x86.

A apresentação da companhia na CES 2013 já foi um indício do que está por vir. Entre as novidades da Intel na feira, nada de PCs, mas sim ultrabooks mais baratos, tecnologia de controle gestual e, claro, muitos aparelhos com touchscreen.

Apesar de parar de fabricar as placas-mãe, a Intel garante que vai continuar a incentivar fabricantes do ramo e a dar suporte aos modelos atuais. A empresa também não deve abandonar os tudo-em-um.

Fonte: Venture Beat e TechTudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadillac lança ELR, cupê híbrido de luxo, no Salão Detroit

Mega, o novo Megaupload, atinge 100 mil registros em uma hora