TRE marca nova eleição em Cachoeira Dourada

Divulgação – Foto: Jornal do Pontal

Em sessão administrativa terça-feira, 15, o TRE-MG, por unanimidade, aprovou resolução que determina para o próximo 7 de abril a nova eleição para prefeito e vice-prefeito no município de Cachoeira Dourada, situado no Triângulo Mineiro (Zona Eleitoral de Capinópolis).

 A nova eleição foi marcada em virtude da cassação do prefeito eleito de Cachoeira Dourada, Walter Pereira Silva (PSDB), e do vice, Walteci dos Reis Storti (PTB), por captação ilícita de sufrágio  e conduta vedada à agente público (uso da máquina administrativa da prefeitura), confirmada no dia 18 de dezembro de 2012 pelo TRE.

No caso de Cachoeira Dourada, como a chapa cassada obteve mais de 50% dos votos, houve necessidade de marcação de nova eleição. Segundo a relatora do caso no TRE, juíza Alice Birchal, o principal motivo da cassação foi à determinação, pelo secretário de Obras da Prefeitura, de entrega de material de construção a eleitora em troca de votos, “configurando verdadeira doação ou distribuição gratuita de bens”. A ação foi movida pela Coligação Cachoeira para Todos. Walter Pereira Silva obteve 1.161 votos (60%), enquanto Valéria Maria Tano Abrósio (PP), 774 votos (40%).

A eleição em Cachoeira Doura ocorrerá juntamente com as já agendadas para os municípios de Biquinhas e São João do Paraíso.

Criança de três anos morre picada por escorpião em Ituiutaba

Planeta bizarro: Veneno da cobra Viper Russell faz pessoas voltarem a ser crianças