Após confusão em circo na cidade de Uberlândia, mulher ateia fogo ao filho por causa de dinheiro

Um garoto de 14 anos teve o corpo queimado após uma discussão na tarde desta quinta-feira (21) em um circo instalado em Uberlândia há semanas.

A autoria do crime seria a madrasta do garoto e ambos são moradores do circo Moscou.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o motivo do crime seria uma discussão por causa do sumiço de R$ 900. A mulher e o menino iniciaram uma briga por causa do dinheiro e durante a confusão, ela teria jogado gasolina no adolescente e, em seguido, ateado fogo.

De acordo com informações da PM, o garoto apresenta queimaduras graves em pelo menos 30% do corpo. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros até a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Tibery e, em seguida, para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

Após atear fogo no adolescente, a autora fugiu. Ela é procurada pela PM, que ainda não tem pistas sobre seu paradeiro. Segundo informações, ela é loira e tem cerca de 1,70m. A vítima tem outros quatro irmãos e vive com o pai e madrasta.

Audiência pública mostra prestação de contas em Canápolis

Como fazer um isolamento de cor no Photoshop