Celular completa 40 anos com quase 7 bilhões de linhas habilitadas no mundo

Martin Cooper, o criador do Motorola Dynatac. O primeiro celular da história fez sua primeira ligação em 1973, mas só chegou ao mercado 10 anos depois. Nesta foto, de 2007, Cooper

Os telefones celulares completam 40 anos nesta quarta-feira (3) e o mundo já conta com quase 7 bilhões de linhas habilitadas, de acordo com dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT). O total de linhas celulares em uso, de acordo com a UIT, deve superar a população global, hoje estimada em 7,076 bilhões de pessoas, no início de 2014.

O primeiro celular foi o Motorola DynaTAC (abreviação para Dynamic Adaptative Total Area Coverage) que Martin Cooper, diretor da divisão de sistemas da empresa, usou para fazer uma ligação para seu concorrente Joel Engel, chefe de pesquisa do Bell Labs, em 3 de abril de 1973. O aparelho permitia falar por apenas 30 minutos e custava US$ 3.995, quando chegou às lojas dos Estados Unidos, em 1983.

Quatro décadas depois, com smartphones com tela sensível ao toque e a possibilidade de instalar aplicativos e navegar na web, a maior parte das linhas celulares habilitadas está na Ásia, que concentra mais da metade do total. Ao final de 2013, a estimativa da UIT é de que a penetração de celulares em todo o mundo alcance 96%. Isso não significa, no entanto, que todas as pessoas têm celular, já que em pelo menos quatro regiões do planeta a penetração de celulares é superior a 100%.

De acordo com dados de fevereiro de 2013 divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil possui 263 milhões de linhas ativas de telefonia celular em uso. Os celulares pré-pagos, de acordo com a agência, representam 80,27% do total no País, enquanto as linhas pós-pagas representam 19,73% do total. Entre as maiores operadoras, a Vivo lidera o mercado, com 75,8 milhões de linhas celulares, seguida por Tim, Claro e Oi.

O número de linhas celulares em operação no Brasil já supera a população brasileira, que é de mais de 193 milhões de pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A penetração de aparelhos é maior que a estimativa da UIT para os países em desenvolvimento, divulgada em fevereiro de 2013, que é de 89%. Em países desenvolvidos, o alcance do serviço de telefonia celular chega a 128%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cantora Daniela Mercury assume namoro com mulher e a chama de esposa

Ex-juiz Nicolau tem primeira condenação definitiva