Americana deformada pelo ex-marido recebe transplante de rosto

Marinda Righter, filha da doadora Cheryl Denelli-Righter, beija a face transplantada de Carmen Tarleton

Uma mulher cujo rosto foi deformado por seu ex-marido exibiu nesta quarta-feira (1) sua nova face após ser submetida com sucesso a um transplante de rosto.

A americana Carmen Blandin Tarleton, 44, recebeu o rosto de Cheryl Denelli Righter, que morreu de um derrame.

“Estou agora em um lugar melhor, mental e emocionalmente, do que eu poderia imaginar há seis anos”, disse Tarleton, referindo-se à agressão sofrida. “Eu desejo dividir minha experiência com os outros, para que eles possam achar dentro de si mesmos força para escapar de suas próprias dores.”

Em 2007, Tarleton foi atacada pelo então marido Herber Rodgers, que acreditava que ela estava tendo um caso. Segundo a polícia, ele a atacou com um taco de beisebol e jogou soda cáustica em seu rosto.

Quando a polícia chegou, ela estava embaixo do chuveiro tentando retirar o produto químico, que deformou seu rosto.

Rosto transplantado

Em 2009, Rodgers se declarou culpado pela mutilação de Tarleton em troca de uma pena de prisão de pelo menos 30 anos.

Segundo o hospital de Boston que realizou a cirurgia, mais de 30 pessoas entre cirurgiões, anestesiologistas e enfermeiros estiveram envolvidos no transplante, que durou cerca de 15 horas.

Marinda Righter, filha da doadora, disse que, de certa forma sua mãe escolheu Tarleton. “Ambas são mães, são sobreviventes e são faróis de luz”.

Tarleton, que ficou praticamente cega, agradeceu à família de Righter pelo “tremendo presente” e disse se sentir aliviada da dor que sentiu um dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Capitão é preso suspeito de fraude em concurso da Polícia Militar em Montes Claros

José Márcio e Ovídio tomam posse como prefeito e vice prefeito de Cachoeira Dourada