blank
Mais de 1600 comprimidos foram apreendidos com a dupla

Um universitário de classe média alta e um comerciante foram presos em Uberlândia com 1.690 comprimidos de ecstasy, que seriam vendidos na cidade em bailes funk e festas rave.

O material está avaliado em R$ 50 Mil, uma vez que, cada comprimido é vendido em média por R$30,00 cada.

Os suspeitos foram localizados na madrugada desta sexta-feira (2) durante uma operação da Polícia Civil. Essa é uma das maiores apreensão de droga sintética já ocorridas em Uberlândia.

O estudante Iury Batista Nakamura, de 32 anos, e o comerciante Fernando Rocha Diniz,  de 31, foram presos na BR-365, no bairro Dona Zulmira, quando chegavam na cidade em um veículo alugado. Os dois vinham de Goiânia (GO) onde foram buscar a droga. Os comprimidos de ecstasy estavam em pacotes escondidos no forro do carro. A apreensão ocorreu por volta das 3h durante uma ação da Central de Inteligência da Polícia Civil.

CCAA Capinópolis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui