Universitário de classe média alta é preso em Uberlândia com 1.690 comprimidos de ecstasy

Mais de 1600 comprimidos foram apreendidos com a dupla

Um universitário de classe média alta e um comerciante foram presos em Uberlândia com 1.690 comprimidos de ecstasy, que seriam vendidos na cidade em bailes funk e festas rave.

O material está avaliado em R$ 50 Mil, uma vez que, cada comprimido é vendido em média por R$30,00 cada.

Os suspeitos foram localizados na madrugada desta sexta-feira (2) durante uma operação da Polícia Civil. Essa é uma das maiores apreensão de droga sintética já ocorridas em Uberlândia.

O estudante Iury Batista Nakamura, de 32 anos, e o comerciante Fernando Rocha Diniz,  de 31, foram presos na BR-365, no bairro Dona Zulmira, quando chegavam na cidade em um veículo alugado. Os dois vinham de Goiânia (GO) onde foram buscar a droga. Os comprimidos de ecstasy estavam em pacotes escondidos no forro do carro. A apreensão ocorreu por volta das 3h durante uma ação da Central de Inteligência da Polícia Civil.

Rodovia da morte – Grave acidente na MGT-154 no trecho entre Capinópolis e Cachoeira Dourada

Igreja Assembléia de Deus realizou com sucesso o projeto “Doe suas Férias 2013” em Capinópolis