A atriz e modelo Priscila Vilela, de 24 anos, que participou do programa “Teste de Fidelidade”, da Rede TV, publicou, neste domingo (4), um vídeo onde faz uma denúncia a respeito de um suposto esquema de prostituição no programa.

blank
Atriz e modelo Priscila Vilela

Ela ainda diz que a emissora é caloteira e que a atração, do apresentador João Kléber, é armada e “gravada como uma novela”. A última vez que a atriz participou do programa foi no dia 14 de julho. Priscila afirma não ter recebido seu cachê pois não quis sair com o diretor da atração, Rafael Paladia.

No programa, Priscila desempenhou o papel de uma mulher que seduz um homem para testar se ele trairia ou não a esposa. “Aquilo ali não é câmera escondida. É uma novela. A câmera na sua cara […] É claro que é armado. Eu fiquei amiga do testado, para você ter uma noção”, diz a modelo no vídeo.

“Eu sei muito bem porque o diretor não quis me pagar. É porque eu não aceitei fazer o teste do sofá. Ele me falou que já pegou todas as ‘sedutoras’”, afirma a jovem. Ainda de acordo com Priscila, a produção prefere modelos tipo “ficha rosa”, que além de trabalhar em comerciais, se prostituem.

CCAA Capinópolis

A emissora nega as acusações e diz ter em mãos documentos que provam o pagamento do cachê à atriz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui