Jovens enterram morador de rua vivo no Rio de Janeiro

Morador de rua foi agredido por jovens

O morador de rua que foi enterrado por três homens na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, na madrugada de domingo (1º), continua nesta segunda (2) internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea (zona sul).

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, seu estado de saúde é estável, mas não há previsão de alta.

A vítima, que não teve o nome divulgado, sofreu traumatismo craniano e no tórax após agressão de Paulo César Furtado da Silva, de 18 anos, e outros dois menores de idade, de 15 e 17 anos, segundo informações da Polícia Civil. O morador de rua não corre risco de morte.

Além de espancar o homem com uma pá, o trio tentou sufocá-lo com um saco plástico e enterrar a vítima na areia da praia, mas foi impedido por PMs do Batalhão do Leblon (23º BPM). De acordo com policiais militares, o resgate da vítima e a prisão dos três foram feitos após denúncia anônima no 190, momentos antes do flagrante do crime.

Os suspeitos foram encaminhados para a delegacia do bairro (14ª DP). Silva foi autuado por tentativa de homicídio e corrupção de menores e os outros dois suspeitos vão responder por fato análogo ao crime de tentativa de homicídio. A polícia investiga se o crime seria um acerto de contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TJ suspende falência e dá nova chance ao Grupo João Lyra

Garota de 15 anos causa acidente com cinco mortes em Monte Alegre