Uberlândia tem 70 vagas para concursos públicos do Estado de Minas Gerais

 

blank
“Precisamos de pessoas em qualidade”, diz Renata Vilhena (Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/Divulgação)

A temporada de concursos públicos do segundo semestre de 2013 está aberta e, aproximadamente, 2,8 mil vagas para nível médio e superior são oferecidas por órgãos e secretarias ligadas ao governo de Minas Gerais, como a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Polícia Militar (PM), entre outros. Desse total, ao menos 70 dos postos disponíveis são para Uberlândia e outros 34 para as cidades de Uberaba, Ituiutaba, Patos de Minas, Frutal e Paracatu, todas no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Os salários vão de R$ 954 a R$ 5.991, dependendo da função.

 

A temporada de concursos públicos do segundo semestre de 2013 está aberta e, aproximadamente, 2,8 mil vagas para nível médio e superior são oferecidas por órgãos e secretarias ligadas ao governo de Minas Gerais, como a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Polícia Militar (PM), entre outros. Desse total, ao menos 70 dos postos disponíveis são para Uberlândia e outros 34 para as cidades de Uberaba, Ituiutaba, Patos de Minas, Frutal e Paracatu, todas no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Os salários vão de R$ 954 a R$ 5.991, dependendo da função.
“Precisamos de pessoas em qualidade”, diz Renata Vilhena (Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG/Divulgação)

A quantidade de vagas oferecidas em concursos neste segundo semestre, em tese, conforme vem reforçando o governador Antonio Anastasia, deverá terá duas funções. A primeira será regularizar, daqui a dois anos, o regime estatutário dos órgãos. Isso porque muitos deles contam com comissionados ou temporários enquadrados no efetivo estadual desde 2010. E a segunda será amenizar a defasagem de pessoal existente nas localidades onde os postos estão sendo disponibilizados.

No total, são nove concursos distintos abertos, neste mês, pelas instituições do Estado, dos quais um é processo unificado de várias instituições do Executivo. O período de inscrição para os processos de ao menos três delas (Sistema Estadual de Meio Ambiente, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Fundação de Amparo à Pesquisa) já está aberto. Inscrições para as demais devem ser liberadas entre o fim deste mês e novembro (veja arte). Mais detalhes de cada processo podem ser conferidos pelo site www.pciconcursos.com.br/concursos.

Em julho do ano passado, a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, já havia indicado que, neste ano, o governo estadual trabalharia para reformar e reajustar o funcionalismo público do Estado. Além da abertura dos processos, a medida ficou evidente com o envio, no primeiro semestre, de um projeto de lei à Assembleia Legislativa que dá nova versão ao Estatuto dos Servidores. “As demandas são tantas e tão grandes. Para vencermos, precisamos de pessoas, não em quantidade, mas em qualidade”, disse a secretária na época.

Novo Estatuto foi concluído em abril

Em abril deste ano, o Executivo estadual concluiu o projeto de lei do novo Estatuto do Servidor do Estado com a pretensão de modernizá-lo, já que o texto em vigor foi criado em 1952. A nova redação, enviada à Assembleia Legislativa no mesmo mês, foi construída com a participação dos próprios servidores, por meio de reuniões e de consulta pública.

Entre as sugestões incluídas no projeto, está uma antiga reivindicação do funcionalismo público de crédito adicional de 1/3 da remuneração no pagamento do mês anterior ao de gozo de férias, bem como a concessão de indenização de transporte ao servidor que realizar despesas próprias de locomoção para executar serviço externo, mediante comprovação.

Estima-se que cerca de 400 mil servidores estarão sujeitos ao novo estatuto, além dos que trabalham no Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas. Por enquanto, a proposição ainda não foi votada no parlamento mineiro.

 

Polícia Federal prende homem suspeito de ser fornecedor de explosivos de caixas eletrônicos

Criadores de cavalos quarto de milha se reúnem em Ituiutaba