Justiça eleitoral julga improcedente ação movida por compra de votos por parte da prefeita Dinair Isaac na última campanha municipal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Dinair Isaac – prefeita Municipal de Capinópolis-Mg.

CAPINÓPOLIS, PONTAL MINEIRO – A justiça eleitoral julgou improcedente a ação movida contra a prefeita Dinair Isaac por compra de votos durante a última campanha eleitoral no município.

A ação eleitoral movida por um dos partidos adversários foi originada quando cabos eleitorais e uma candidata a vereadora afirmou ter visto a então candidata Dinair Isaac entregar um envelope com dinheiro e exames médicos a um casal no bairro Paraíso.

O caso foi a julgamento na Corte Eleitoral em Belo Horizonte e Desembargadores julgaram improvido o recurso com Seis votos a zero.

A campanha eleitoral de 2012 foi marcada por muita paixão política e todas as coligações mostraram acertos e muitos erros, alguns ficaram marcados como a multa aferida à coligação “O Progresso deve continuar” por apresentar resultado de pesquisas sem registro em um website; A campanha com ataques exagerados da coligação “O povo unido pra mudar”, mas nenhum acontecimento marcou mais do que a saída do candidato a vice-prefeito da coligação “Agora é a vez do povo” por brigas internas.

A prefeita Dinair Isaac, então candidata à reeleição, venceu a eleição com mais de 50% dos votos.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida