Eleições 2014 – Minas Gerais recuou 0,1% no PIB e economia fraca arranha imagem de Aécio Neves

Senador Aécio Neves

Vitrine do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) para a corrida presidencial do próximo ano, Minas Gerais está com a economia estagnada e com índices piores do que a média nacional e de Estados vizinhos há mais de um ano.

No segundo trimestre de 2013 (último dado disponível), o Estado governado pelos tucanos desde 2003 recuou 0,1% – já o PIB nacional surpreendeu e subiu 1,5%. O tema entrou na pré-campanha, e a oposição liderada pelo PT já fala em “pibinho”.

Pernambuco, berço do pré-candidato do PSB, Eduardo Campos, tem um crescimento acumulado nos últimos 12 meses maior do que o do país, segundo dados do Estado.

Ainda no segundo trimestre, o Rio Grande do Sul, puxado pelo desempenho da agricultura, cresceu 6,4%. Em São Paulo, o crescimento foi de 1,2% e, na Bahia 2,2%.

A agropecuária é uma das causas do mau desempenho em Minas Gerais, terceiro Estado mais rico do país, enquanto a supersafra do Centro-Oeste e do Sul ajudou a alavancar o PIB nacional.

Também pesa contra o Estado a dependência de poucos setores, como mineração. Levantado pela oposição, o tema já chegou ao debate político nesta pré-campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Traficantes tentam jogar drogas e celulares para presos detidos na delegacia de polícia em Capinópolis

Homem de 68 anos morre em acidente na MGT 226 próximo à Capinópolis