Profissionais do sexo poderão receber por seus programas com cartões de débito e crédito em Minas Gerais

Divulgação

A mais antiga profissão que se tem conhecimento está quebrando paradigmas e ficando cada vez mais comum ao olhar dos mais tradicionais. A profissão tem CBO e  os profissionais do sexo podem ter carteira registrada.

Recentemente a associação de Prostitutas de Minas Gerais e a Caixa Econômica Federal firmaram convênio reconhecendo essas profissionais como autônomas e permitindo que profissionais do sexo possam receber pelos programas por meio de cartão de débito e crédito. Os programas, inclusive, poderão ter seus pagamentos parcelados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rodovia da morte – Caminhão carregado de areia fica destruído em acidente na MGT-154

Frota de veículos em Ituiutaba ultrapassa a casa dos 55 mil