Mulher de 41 anos é suspeita de ter agredido a criança de 6 meses

ITUIUTABA, PONTAL MINEIRO – Uma babá de 41 anos, suspeita de maltratar um bebê de seis meses, foi presa pela Polícia Civil nesta quarta-feira (27) em Ituiutaba. Depois de desconfiarem da mulher, os pais deixaram um celular em casa para gravar o áudio do ambiente, enquanto a babá ficava com o bebê. Ao escutarem a gravação, eles confirmaram a suspeita.

Após perceberem uma mudança no comportamento do filho, os pais começaram a desconfiar da babá. Foi então que, antes de saírem para trabalhar na manhã desta quarta-feira, eles deixaram um celular em casa com o gravador ligado. Quando retornaram para a residência, os pais confirmaram, através do áudio, que a filha estava sofrendo maus-tratos. Diante da situação, eles foram até a Delegacia Regional de Ituiutaba para registrar a ocorrência.

No áudio é possível ouvir o bebê chorando e a babá gritando: “Ai meu Deus, eu vou te dar passiflora [calmante], eu sou doida”. E em depoimento para a polícia os pais do bebê contaram que na bolsa da suspeita foi encontrada uma cartela do remédio faltando dois comprimidos.

Continua após a publicidade

A babá foi presa quando foi até a delegacia solicitar um serviço no setor de identificação. A delegada Alessandra Rodrigues da Cunha contou que a suspeita chegou ao local justamente no mesmo momento em que já estavam o pai e a avó materna do bebê. Segundo a delegada, eles foram fazer a denúncia e mostrar a gravação feita pelo celular, quando perceberem que a babá também estava na delegacia. Foi então que o pai contou para a delegada quem era a mulher. “Eu pedi para uma funcionária segurar a babá dizendo que o sistema estava fora do ar e acabamos a prendendo em flagrante com a ajuda de investigadores”, explicou.

A mulher confessou o crime e disse que agredia o bebê porque estava estressada e com crises de Tensão Pré-Menstrual (TPM). Ela foi encaminhada para o presídio de Ituiutaba e vai responder pelo crime de maus-tratos, com aumento de pena de um terço pelo fato de a vítima ser menor de 14 anos. Além disso, foi estipulada uma fiança de R$ 10 mil para ela pagar e, como não tinha condições, acabou ficando presa.

Fonte: TV Integração


Comments are closed.