Foto: Jornal Tudo em Dia

CAPINÓPOLIS, PONTAL MINEIRO – A situação precária de algumas ruas e avenidas da cidade tem causado indignação aos moradores de algumas áreas do município.

Os bairros mais afetados pela falta de manutenção das ruas e avenidas são o bairro São João, Florêncio I e II e Liberdade onde é quase impossível transitar com algum veículo. O risco para pedestres aumenta durante a noite, pois alguns buracos nas ruas tem mais de 60 cm e durante o período chuvoso, as águas podem esconder o perigo.

Um morador do bairro São João improvisou uma “ponte” para ter acesso à própria residência. A “pinguela” como é chamada por algumas pessoas da localidade é utilizada para guardar uma motocicleta na garagem da casa.

Continua após a publicidade

A situação fica ainda pior com as chuvas, quando as enxurradas levam o lixo das ruas para dentro dos buracos. Este lixo é muitas vezes lançado às ruas pelos próprios cidadãos.

Cacos de telhas foram jogados em alguns buracos no cruzamento da avenida Presidente Vargas com a rua Belo Horizonte e a situação é alarmante na rua Ituiutaba e na avenida São João, no bairro de mesmo nome, São João.

O secretário de obras do município Vicente Fontoura Filho foi procurado pelo Jornal Tudo em Dia e afirmou que esforços estão sendo feitos para recapear o bairro Florêncio e São João. Segundo o secretário, um convênio para o recapeamento das vias já foi assinado e a prefeitura aguarda autorização para licitar a obra.

Questionado sobre o início do recapeamento das vias públicas, Fontoura afirmou: “Estamos programando um tapa-buraco independente deste recapeamento, aguardando apenas a dotação orçamentária. Foi feita uma reunião com a prefeita [Dinair Isaac] e o Luiz Isaac, ficando definida a questão do tapa-buraco “.

Mesmo tendo consciência das chuvas, a secretaria de obras chegou a fazer uma paliativo com cascalho e brita, mas os moradores protestaram e as “obras” paliativas foram interrompidas.

Confira algumas imagens feitas pela reportagem

[doptg id=”16″]