Prefeito e Vice-prefeito de Ipiaçu tem madatos cassados e podem ficar impedidos de exercer cargos públicos por 8 anos

Urbino Capanema (PPS) - Foto: Jornal do Pontal
Urbino Capanema (PPS) – Foto: Jornal do Pontal

IPIAÇU, PONTAL MINEIRO – O juíz Marco Vedovoto cassou os mandatos do prefeito de Ipiaçu Urbino Capanema (PPS) e do vice-prefeito Celso Oliveira Júnior (PP) por entender que, durante a campanha eleitoral de 2012, cometeram os crimes de captação ilícita de sufrágio e abuso do poder econômico quando utilizaram dinheiro publico compra indireta de votos.

A decisão do juíz tem caráter suspensivo e ainda deve ser confirmado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Se confirmada a decisão, o prefeito e o vice-prefeito deverão pagar multa de R$ 25 Mil cada e ficarão ilegíveis por 8 anos, além de terem seus respectivos diplomas cassados.

Os acusados podem recorrer da decisão do juíz.

 

Mulher de 34 anos é morta a pauladas por marido ciumento que viu fotos dela com outras pessoas no Facebook

Homens são detidos transportando vacas dentro de Kombi em Juíz de Fora