Prefeituras deixam de efetuar repasses e complicam situação de instituição que cuida de crianças abandonadas ou em estado de risco em Capinópolis

A casa Lar Menino Jesus cuida de crianças abandonadas ou em estado de risco há vários anos, atendendo a população de Capinópolis, Ipiaçu e Cachoeira Dourada de Minas.

As atividades da instituição são geridas voluntariamente por uma diretoria não remunerada e eleita para exercício bienal, apenas funcionários da instituição recebem salário.

Algumas crianças que são acolhidas na instituição chegam com um quadro crítico de agressão psicológica, por presenciarem situação de grande risco, algumas destas crianças vivenciam a violência física, convivem com pais que fazem uso de drogas lícitas como álcool e até substâncias ilícitas como crack e outras drogas, algumas mães chegam a se prostituírem para alimentar o vício, deixando os filhos em abandono total.

Ao serem encaminhadas à instituição por órgãos competentes, as crianças recebem um lar temporário, alimentos, roupas e o amor das outras crianças e de toda a equipe, podendo assim, projetar sua reintegração familiar e construir um futuro melhor.

A Casa Lar é mantida com doações da população e também com contribuições definidas em juízo pelas prefeituras de Capinópolis, Ipiaçu e Cachoeira Dourada e algumas destas estão deixando de efetuar o pagamento, complicando a situação financeira da instituição. Algumas prefeituras preferem promover grandes eventos com shows em praça pública e carnaval, não cumprindo a função básica que é cuidar de sua população.

Você pode ajudar este projeto fazendo doações de fraldas, alimentos e remédios. Caso queira efetuar doação financeira, entre em contato e faça um depósito na conta corrente da instituição.

Ligue (34) 9973-5241 e saiba como contribuir e garantir o futuro destas crianças.  Você pode acompanhar o uso da sua contribuição visitando a Casa Lar Menino Jesus na avenida 105, 234, no centro de Capinópolis.

Tigresa devoradora de gente é morta no sul da Índia

Arma de adolescente falha seis vezes em tentativa de assalto e ele apanha das vítimas