CAPINÓPOLIS, PONTAL MINEIRO – O pronto atendimento do município passou por uma caótica situação no último sábado (12) devido a falta de médico plantonista.

As pessoas que buscaram atendimento médico foram surpreendidas e não puderam receber cuidados médicos na unidade, já que o médico escalado para o plantão não compareceu ao trabalho alegando cansaço.

Diante do ocorrido, o diretor responsável pela Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu), Fernando Santos de Santana, contatou o prefeito de Ituiutaba Dr. Luiz Pedro, para que o atendimento aos pacientes de Capinópolis pudesse ser efetuado em Ituiutaba. O prefeito de Ituiutaba, prontamente, disponibilizou o atendimento no pronto Socorro e a diretoria da FAEPU posicionou todas as ambulâncias do município para efetuar o deslocamento dos pacientes emergenciais de Capinópolis à Ituiutaba.

Continua após a publicidade

O Jornal Tudo em Dia esteve com o diretor da FAEPU, Fernando Santos de Santana nesta segunda (14) e segundo o diretor, medidas estão sendo tomadas para que a ocorrência não se repita. Uma ofício foi enviado à câmara Municipal de Capinópolis relatando o ocorrido.

Segundo informações da FAEPU, a empresa terceirizada Max Med Serviços Médicos Ltda., é a responsável pela área médica no pronto atendimento e na ausência do médico plantonista, uma medida emergencial deve ser adotada, o que não ocorreu, já que o responsável pela empresas estava ausente de Capinópolis e inacessível por telefone.

Um ofício foi encaminhado à Max Med Serviços Médicos Ltda., e a FAEPU aguarda posicionamento da empresa.

LEIA O OFÍCIO ENCAMINHADO À CÂMARA MUNICIPAL DE CAPINÓPOLIS

carta_faepu


Comments are closed.