Metroviários são retidos pela PM em estação no quinto dia de greve em SP

Um grupo de cerca de 100 metroviários foi retido pela Polícia Militar dentro da estação Ana Rosa por volta das 7h desta segunda-feira (9). Cerca de 85 foram liberados depois, mas a PM ainda retia 15 grevistas no interior da estação por volta das 7h30.

Manifestantes bloquearam a rua Vergueiro mais cedo, inclusive com barreiras de fogo. A PM usou bombas de efeito moral e balas de borracha para conter o protesto.

Apesar de decisão da Justiça considerando a greve abusiva, os metroviários de SP decidiram em assembleia neste domingo (8) continuar a greve iniciada na quinta-feira (5).

Neste domingo, os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho também determinaram que o reajuste salarial dos trabalhadores deverá ser de 8,7%, índice oferecido pelo Metrô. Os metroviários pediam 12,2%.

O TRT determinou ainda uma multa de R$ 500 mil para cada novo dia parado, e de R$ 100 mil para os quatro dias anteriores ao julgamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

‘Monstro’ devora tubarão-branco de 2,7 m e intriga cientistas na Austrália

Novo portal do Jornal Tudo em Dia está no ar