Edinho, filho de Pelé, que foi condenado a 33 anos de prisão por lavagem de dinheiro para o tráfico
Edinho, filho de Pelé, que foi condenado a 33 anos de prisão por lavagem de dinheiro para o tráfico

O ex-goleiro Edson Cholbi Nascimento, filho de Pelé, foi preso na manhã desta terça-feira (8) em Santos (SP). Há pouco mais de um mês, Edinho foi condenado a 33 anos e quatro meses de prisão por crimes de lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas.

Ele recorreria da sentença em liberdade, mas precisava apresentar o passaporte à Justiça na segunda-feira (7).

Segundo o advogado Sidney Gonçalves, no entanto, o ex-goleiro perdeu o documento. Por isso, pediu à Polícia Federal o cancelamento do passaporte e recebeu uma certidão, que foi apresentada à Justiça ontem.

Continua após a publicidade

Policiais da DIG (Delegacia de Informações Gerais) foram até a casa dele hoje de manhã para cumprir o mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal de Praia Grande.

“A ordem de prisão nos pegou de surpresa”, disse Gonçalves.

A defesa pretende apresentar um recurso para reverter a decisão na quarta-feira (9). “Hoje nada funciona”, afirmou Gonçalves, referindo-se ao esquema de feriado por causa do jogo do Brasil contra a Alemanha.

Edinho foi levado a uma cela comum no 5º Distrito Policial, em Santos. A carceragem do local é provisória e abriga presos que aguardam vaga no sistema penitenciário.

Outros quatro réus receberam a mesma pena que o ex-goleiro do Santos: Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, conhecido como Naldinho; Clóvis Ribeiro, o Nai; Maurício Louzada Ghelardi, o Soldado, e Nicolau Aun Júnior, o Nick.

Baseado na Lei Antitóxicos, o processo foi aberto em 2005 e corre em segredo de Justiça.

A assessoria do Santos informou que não vai se pronunciar sobre a prisão. Para o clube, a prisão do ex-goleiro é um assunto pessoal. 


Comments are closed.