Livro aponta as 10 profissões com maior incidência de psicopatas

Os psicopatas não são capazes de sentir emoções sociais como vergonha, culpa e constrangimento, além de outros sentimentos relacionados a relações efetivas.

divulgação

Será que existe algum psicopata trabalhando neste momento ao seu lado? Psicopatas não são capazes de sentir emoções sociais como vergonha, culpa e constrangimento, além de outros sentimentos relacionados a relações efetivas. 

Um livro lançado nos Estado Unidos tenta jogar luz sobre esse tema e aponta, entre outras coisas, as profissões com maiores índices de psicopatas.

O psicólogo Kevin Dutton, autor do livro “The wisdom of psychopaths: lessons in life from saints, spies and serial killers” (A sabedoria dos psicopatas: lições em vida de santos, espiões e serial killers) afirma que a carreira com mais psicopatas é a de executivos. Em seguida, advogados e comunicadores sociais completam o pódio de psicopatas. Mas a lista dos dez mais tem ainda cirurgiões, policiais até os sacerdotes religiosos.

Enquanto executivos lideram a lista de psicopatas, agentes de saúde ficam nas últimas posições. O livro aponta também a lista das profissões com menos psicopatas. Além dos agentes de saúde, enfermeiros, terapeutas e artistas em geral tem menos índices de psicopatas.

As profissões com mais psicopatas:

  • 1 – CEO(Executivos)
  • 2 – Advogado
  • 3 – Comunicação Social (profissionais de Rádio e TV)
  • 4 – Comerciante
  • 5 – Cirurgião
  • 6 – Jornalista
  • 7 – Policial
  • 8 – Sacerdote religioso
  • 9 – Chef de Cozinha
  • 10 – Burocratas

Por que os executivos lideram a lista?

Estudos indicam que até um em cada cinco pessoas em postos elevados ou conselhos de empresas estão escondendo tendências psicopatas. Este profissionais utilizam alguns traços de personalidade psicopata para atrair e manipular pessoas e conseguirem o que querem.

Gerentes de fundos de investimentos com características psicopatas tiveram uma performance pior que seus colegas, segundo um novo estudo da Universidade de Denver e da Universidade de Berkeley. 

Leanne ten Brinke, principal autora da pesquisa, acredita que esteja na hora de repensar velhas premissas de que ser frio e impiedoso sejam características positivas de chefes e gerentes.

As profissões com menos psicopatas:

  • 1 – Agente de saúde
  • 2 – Enfermeiro
  • 3 – Terapeuta
  • 4 – Artesão
  • 5 – Esteticista e Cabeleireiro
  • 6 – Assistente social
  • 7 – Professor
  • 8 – Artista
  • 9 – Clínico
  • 10 – Contador

O infoposter abaixo ajudar a entender um pouco melhor esse universo obscuro e sombrio dos piscopatas

tag: psicopatas, psicopata, comportamento de um psicopata, como agem os psicopatas, profissão com mais psicopatas,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Surra! Mick Jagger assistiu ao jogo do Brasil contra a Alemanha no Mineirão

Garota faz foto com iPhone roubado e posta no Facebook do dono por engano