Igor tinha 16 anos e trabalhava em um supermercado em Capinópolis
Igor tinha 16 anos e trabalhava em um supermercado em Capinópolis

CAPINÓPOLIS, PONTAL DO TRIÂNGULO – O jovem de 16 anos que foi morto na tarde desta terça-feira (22) após pular o muro de uma escola em Ituiutaba e fazer uma garota de 13 anos refém era de Capinópolis. O fato ocorreu por entre 15h30m e 16h, quando cerca de 1000 alunos estavam na escola.

Lara
Lara Gouveia da Silva

Igor Henrique da Silva era funcionário de um supermercado na área central de Capinópolis e trabalhava como empacotador. Igor tinha um comportamento pacato e educado quando estava trabalhando no supermercado e todos ficaram surpresos com as circunstâncias da morte do jovem.

Igor teria conhecido a vítima, Lara Gouveia da Silva, 13 anos, em uma rede social e teria até tatuado o nome da garota no peito. Há suspeitas de motivação passional que levaram o jovem a pular o muro da escola Machado de Assis e fazer Lara refém. 

Continua após a publicidade

O policial Michel Leandro Abraão participou da ação e contou como tudo aconteceu. “Deslocamos um grande efetivo para o local e seguimos todos os protocolos na ocorrência. Iniciamos uma longa negociação, mas o rapaz não cedia, ameaçava a menina com um facão afiado. Quando se percebeu que ele ia realmente cortar o pescoço dela, os policiais se aproximaram do rapaz, seguraram o facão e um PM até cortou a mão. Para salvar a vida da menina foi necessário efetuar disparo de arma de fogo”, justificou o policial.

A Polícia Militar ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso e nem por que atiraram no jovem, mesmo quando policiais já haviam dominado a arma branca que estava de posse do autor.


Comments are closed.